Revendedora de Bijuterias ganha dinheiro? Vale a pena Revender?



Folheados, bijoux finas, semijoias. Tornar-se uma revendedora de bijuterias garante uma renda extra.

Seja para complementar o orçamento doméstico, seja para ter uma atuação profissional, torna-se uma revendedora de bijuterias apresenta inúmeras vantagens: o horário é flexível e compatível com as demais atividades e a jornada de trabalho é definida pela própria revendedora de bijuterias (ideal para estudantes e donas de casa).

Publicidade

É preciso ser comunicativa, convincente e simpática. Também é necessária uma boa dose de responsabilidade para cumprir os compromissos, tanto com os fabricantes, quanto com os clientes. Não há tempo ruim para uma revendedora de bijuterias: sol, chuva e frio fazem parte do cenário cotidiano, para obter novas peças ou para fazer as entregas.

revendedora de bijuterias

Revendedora de Bijuterias

Uma revendedora de bijuterias pode trabalhar com catálogo, com mostruário ou com peças obtidas sob consignação. No primeiro caso, as clientes escolhem as peças a partir de fotografias. O aspecto negativo, aqui, é que as imagens podem apresentar bijuterias muito mais atraentes do que elas são na realidade. Também não é possível checar se um brinco ou pulseira realça a beleza da compradora.

Publicidade

Com o mostruário, a cliente pode tocar as peças, verificar seu tamanho real e sua compatibilidade com o tom de pele, por exemplo. Geralmente, no entanto, os grandes revendedores cobram pelo mostruário, que precisa estar sempre atualizado. Em papelarias, a embalagem custa a partir de R$ 12.

Quanto às peças obtidas sob consignação, elas podem ser devolvidas ao fabricante caso não sejam vendidas (normalmente, é estabelecido um prazo para devolução). A desvantagem é que a coleção de bijuterias oferecida às clientes é sempre limitada.

Por outro lado, a entrega é imediata: basta retirar a peça do mostruário, e isto é um excelente argumento de vendas. Vale o mesmo para peças compradas no atacado, mas, neste caso, é preciso ter um capital para dar início ao empreendimento. A margem de lucro na compra de bijuterias no atacado é bem maior do que nas outras opções, e a revendedora pode definir os eventuais descontos no ato da compra.

Publicidade

revenda de bijuterias

Como se tornar uma revendedora de bijuterias?

Para se tornar uma revendedora de bijuterias, todo cuidado é pouco. Em primeiro lugar, é preciso fazer uma pesquisa sobre as empresas, área de atuação, qualidade das peças e, se possível, vale a pena conversar com alguém que já trabalhe com estes fornecedores.

O ideal é visitar a loja física de bijuterias, para conhecer a qualidade do material empregado, o acabamento das peças, etc. Existem muitas lojas virtuais, em que a praticidade garante um bom número de revendedores, mas é preciso certificar-se de sua seriedade.

Confira também: Revendedora Rommanel: Revenda de Joias, ganha dinheiro?

Em segundo lugar, é necessário comparar preços. O valor das peças precisa ser acessível, porque a ele será agregado o lucro da revendedora de bijuterias e os eventuais custos do serviço, como despesas de condução, embalagens, etc.

Em qualquer caso, nunca faça nenhum pagamento, a menos que o endereço eletrônico seja iniciado com “https”, sinal de que o site é seguro. Seja como for, o computador da revendedora deve ser escaneado regulamente, para eliminar o risco de vírus e programas que podem captar números de contas bancárias e senhas.


2 comentários em “Revendedora de Bijuterias ganha dinheiro? Vale a pena Revender?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *